domingo, 20 de agosto de 2017

ERA UMA VEZ UM DOMINGO


Vêm-me à memória outros domingos. Retalhos de tantos tempos.
Domingos cádmios.
Domingos  a ler,  encerrada no quarto de adolescente.
Domingos a  estudar e a trabalhar.
Domingos dentro do meu próprio casulo.
Domingos em que se pensa por toda a semana, por todo o mês, por toda a vida.
Domingos em que se pensa, por exemplo, que coragem deve ser precisa para envelhecer.
 Domingos  em que já se envelheceu.
Domingos em que a maior parte do tempo, temos que contar com a nossa própria companhia.
Domingos que rangem.
Domingos em que era uma vez.

Lola Flores - Requiem por Federico García Lorca